País rico é pais sem pobreza (?)

Talvez eu seja um desses chatos que não se contenta com nada. Outro dia estava discutindo com dois amigos sobre o novo slogan do nosso país: País rico é país sem pobreza.

Tive contato com essa frase pela primeira vez aqui da Índia, nesta mesma conversa, mas de primeira impressão senti que algo estava me incomodando. Fico muito feliz e satisfeito que logo no início de seu governo, Dilma Roussef tenha incluído no logo oficial do país o tema da Pobreza. O antigo “Brasil um país de todos” gerava certo sentimento de que a direção pública almejava uma redução das desigualdades sociais e uma proposta de inclusão e igualdade de oportunidades para todos os cidadãos (mas convenhamos que a frase em sí é vaga e esta explicação é fruto de um certo “bom mocismo” da minha parte).

A nova frase gerou em mim certo desconforto por uma simplicidade quase que apenas semântica, mas que na prática pode desvirtuar as intenções da presidente (de novo, acreditando que as intenções são as melhores possíveis). A afirmação subordina duas sentenças em uma lógica explicativa. Ou seja, se um país é rico, logo não há pobreza. Eu entendo que não é isso que a presidente pretendia com a frase – vide seu primeiro pronunciamento à nação -e também entendo que resumir toda a proposta de combate à “pobreza” em poucas palavras não é uma tarefa fácil.

Faria apenas uma sugestão: que o slogan trouxesse pelo menos uma relação de condição entre riqueza e erradicação da Pobreza. Algo como “País é rico, se livre da pobreza”. Claro, minha frase tem suas falhas. Eu mesmo poderia argumentar que clamar por uma país livre de pobreza pode também gerar ainda mais exclusão, ao invés de mobilização pela igualdade de oportunidades e diminuição das desigualdades do país. O que eu acredito é que ficou apenas faltando alguma indicação de condição, que esta relação não é necessariamente natural, e que precisa ser construída ativamente.

A charge ajuda a criticar uma das possíveis leituras da nova marca de governo

Só gostaria de ver estampado na marca de governo uma proposta mais clara de mobilização ativa e trabalho árduo para redução das desigualdades e aumento das oportunidades de um país com tanto potencial como o Brasil. A fase é excelente para este tipo de posicionamento e tenho certeza que será possível avançar e muito na redução e erradicação da pobreza no país. Mas isso com certeza não será um processo automático, exigirá excelentes políticas públicas, participação da sociedade civil e mais que tudo: uma mudança de paradigmas sobre nosso entendimento de riqueza e pobreza.

Anúncios

3 thoughts on “País rico é pais sem pobreza (?)”

  1. Olá, adorei sua discussão sobre esse slogan novo do governo. Explicação muito objetiva e clara; crítica muito construtiva. Sou uma das colaboradoras de um Blog, onde apresento também minha opinião e de minha outra colega sobre diversos assuntos principalmente brasileiros.

    Sthéfane, colaboradora do blog Máscaras Sociais
    blogmascarassociais.blogspot.com

    Gostar

    1. Olá Sthéfane, obrigado pelos comentários!
      Dei uma olhada no blog de vocês e a iniciativa é super legal! Parabens, e se precisarem de alguma coisa, podem contar comigo 😉
      Um abraço!
      Alex

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s