Mobiliando a casa coletivamente / FreeCycle

Poltrona recém adquirida e usada para este post (qualidade de foto de laptop)

A sociedade israelense tem inúmeras peculiaridades. Isso, pra quem ja esteve por aqui, não é novidade. Umas das práticas que me intriga por aqui é uma cultura de trocas anônimas de mobília. Explico: é muito comum estar andando em uma rua mais residencial e encontrar moveis e outros artefatos caseiros largados na porta de algumas casas.

Funciona assim: quando uma pessoa enjoa de algum móvel, quadro, decoração ou ate mesmo eletrodomestico, simplesmente coloca o objeto na porta de casa. O objeto fica por horas solitário à espera de outra pessoa que o enxergue com outros olhos. E esteja então, disposto a levá-lo para casa, consertá-lo quando necessário ou deixá-lo mais pessoal.

Assim, muitas vezes, a mobília vai sendo composta por verdadeiros achados, e fica repleto de histórias de como o objeto foi “comprado”. É claro que esta é uma prática primordialmente de jovens, cujo espírito e salário permitem decisões como essas. Porém, é claro que a lógica de se disponibilizar itens aparentemente sem valor a outras pessoas tem muito a contribuir com o desenvolvimento das cidades. Afinal, ao invés de se jogar fora, ou até mesmo reciclar, é possível incentivar a prática do REUSO de diversas formas.

Isto tudo me lembrou de uma iniciativa mundial chamada FreeCycle, que nada mais é do que uma infinidade de grupos de e-mail que anunciam coisas para doar, receber, trocar e etc. Faço parte do FreeCycle São Paulo e recebo diariamente uma quantidade absurda de ofertas e procuras dos mais diversos itens. Vale a pena se inscrever (em um e-mail alternativo de preferência) e acompanhar um pouco dessa mobilização virtual. O Slogan dessa organização é “Changing the world, one gift at a time” (Mudando o mundo, um presente de cada vez).


Anúncios

3 comentários a “Mobiliando a casa coletivamente / FreeCycle”

  1. Essa prática fica enraizada para o resto da vida. Talvez em Israel tenha a ver com o primeiros tempos de sionismo socialista ,da colonização e principalmente da cooperação entre imigrantes.

    Gostar

  2. Legal!

    Mas isso acontece em Londres também, se não me engano, é um costume da Europa toda tb…. Meu amigo pegou a TV dele na rua, funcionando perfeitamente.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s